Celebração de 100 Anos de Vida

 

Esta é a Violetta Rupsky, ela nasceu em Tallin e veio para o Brasil quando tinha 7 anos, veio juntamente com seus tios e as irmãs:Erna,Regina e Agnes.Sua neta Monica Elblaus enviou essa foto quando ela completou 100 anos.

Violetta Rupsky é uma Vovó Estoniana vencedora, parabéns á ela e toda a sua família.

Se você tiver uma foto e quiser publicar aqui, basta nos enviar.

 

 

É hora de cozinhar:

Salada de batata com beterraba roxa

  • 700 gramas de beterrabas cozidas
  • 400 gramas de batatas cozidas
  • 200 gramas de cenouras cozidas
  • 1 arenque não m uito salgado (pode ser salmão)
  • 1 ou 2 pepinos em vinagre
  • 200 gramas de carne de porco ou de vaca, assada.
  • 2 a 3 ovos cozidos
  • 6 dl de requeijão
  • Sal, conforme o paladar
  • ½ colher de chá de mostarda
  • Um pouco de açúcar
  • Cebolinhas para enfeitar

Salada para 10 a 12 pessoas. Esta salada contém uma abundante quantidade de beterraba roxa cozida, cujo sabor adocicado combina bem com o arenque salgado e os pepinos em vinagre. Descascar as batatas, as cenouras e as beterrabas; descascar as maçãs e tirar-lhes o caroço. Cortar o arenque às fatias, tirando a pele e até as espinhas mais pequenas. Cortar tudo (excepto os ovos), em cubos muito pequenos. Preparar um molho com o requeijão, a mostarda, o sal e o açúcar. Despejar os ingredientes dentro do molho e deixar tapado no frigorífico durante uma ou duas horas; tirar uma hora antes de servir à mesa. Pôr um

monte de salada em cada prato, cobrir com os ovos cortados em rodelas muito finas e decorar com as cebolinhas cortadas.

Mulgikapsad (Chucrute Estoniano)

  • 1 quilo de chucrute
  • ½ copo de grãos de cevada descascada
  • 400-500 gramas de toucinho defumado
  • 1 a 2 cebolas
  • Sal, açúcar
  • Água

Colocar o chucrute numa caçarola com a cevada e carne. Cobrir com água e cozinhar em fogo baixo. É importante que a água não ferva. Adicionar sal e açúcar. Cortar as cebolas em pequenos cubos e fritá-las num pouco de gordura ou de azeite. Em seguida, juntá-las ao chucrute. O chucrute Estoniano serve-se com carne de porco e batatas cozidas.

Karask (Bolo torrado)

  • ¼ de litro de leite fermentado
  • 1 ovo
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de açúcar
  • 2 colheres de chá de azeite ou outra gordura
  • 1 colher de chá de cominhos
  • 1/ copo de farinha de cevada
  • ¾ de copo de farinha de trigo (não muito fina)
  • 1/ colher de chá de fermento

Bater o ovo com o sal e o açúcar, adicionar o leite fermentado, a gordura derretida, os cominhos e a farinha grossa com o fermento. Amassar até conseguir uma massa leve e macia. Colocar a massa numa forma untada com gordura e levar ao forno. Serve-se com manteiga, mel ou doce de arando.

Massapão

  • 150 gramas de amêndoas
  • 1 clara de ovo
  • 150 gramas de açúcar em pó

Pelar as amêndoas e moê-las tão fino quanto possível. Misturar as amêndoas moídas com a clara de ovo e mexer até obter uma massa uniforme, juntando o açúcar aos poucos. Bater a massa até esta atingir uma elasticidade consistente.

A massa usa-se na decoração de bolos e de doces.

Segundo uma lenda, o massapão foi criado acidentalmente em Raeapteek, uma botica de Tallinn, e recebeu o nome de Pão de Martinho. Atualmente, este doce é produzido pela Confeitaria Kalev.

Estas receitas foram obitidas no site da Embaixada Estoniana em Portugal.

Estamos esperando você enviar a sua receita, não preca tempo mande para nós.